Agora na Rádio Encantado

Projetos Saudades do Pago chega a seu quinto episódio

Sábado, 14 de Novembro de 2020
Daiello toca contrabaixo profissionalmente desde os 15 anos

 

No episódio que vai ao ar neste domingo, dia 15, Fernando Graciola entrevista o farroupilhense, Tiago Ferrari Daiello, contrabaixista acústico e elétrico, e formado em MPB/Jazz pelo Conservatório de Tatuí-SP. Com uma longa trajetória, Daiello realiza pesquisa dos sotaques musicais, recriando a linguagem do contrabaixo brasileiro em suas sonoridades. Atualmente toca com Jota P Ramos Barbosa e grupo, Orquestra Mundana Refugi e Quinteto Canjerana.

O seu amor pelo contrabaixo iniciou com 14 anos, quando torna-se contrabaixista, estuda na Escola da Ospa (Orquestra Sinfônica de Porto Alegre). Desde 15 anos toca contrabaixo profissionalmente.

Com uma vasta trajetória, Tiago participou da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, integrou a primeira turma de Ritmos Brasileiros com André Marques e Cléber Almeida. Exerceu a função de professor bolsista, ministrando aulas de Contrabaixo Elétrico, Contrabaixo Acústico e Prática de Conjunto –"Repertório"- MPB/Jazz.

Em 2002, tocava com Abaetê e foram vencedores do 1º festival MPB/Jazz de Tatuí; fez o show de lançamento com participação de Carlos Malta do disco "Pedra Grande" do Armazém Abaporú, seguindo em turnê com o grupo. Em 2003, com a Orquestra Livre de Música (SESC), do Maestro Zohio.

Em 2005, tocava com a Orquestra Sinfônica Jovem, do Maestro Edson Beltrami. Em 2007, volta a cidade natal, no intuito de vivenciar a música gaúcha brasileira e latino americana, implementando sua metodologia de educação musical para todos.

Fundou o CEMMP (Centro de Estudos Musicais Maestro Pernambuco), com curso completo de MPB/JAZZ, nos moldes do Conservatório de Tatuí-SP.

Em 2011, tocou com o seu quarteto e ministrou a Oficina Orquestra Livre no Festival de Jazz – Bento Gonçalves. Em 2012, gravou o DVD "À Memória de Piazzolla" de Oscar dos Reis.

Em 2013, criou a Escola Pública de Música de Farroupilha (de 2013 a 2017). Como exemplo da importância deste trabalho, a Escola foi agraciada, em 2014, com o prêmio FAMURS – CODIC nas categorias Música e Especial como Melhor Projeto Cultural do Estado do Rio Grande do Sul, prêmio que tornou seu trabalho referência no estado do RS.

Em 2014, lançou o CD "Promessa", o primeiro disco do Quinteto Canjerana. Em 2015, saiu em turnê pelo Estado do RS, com Quinteto Canjerana, Projeto Circulando com Canjerana – 1ª edição.

Em 2016 – participou do FÓRUM Social Mundial – POA, com os trabalhos: Os Tupãs e Quinteto Canjerana. Organizou o Farroupilha Jazz Festival (colaborativo e beneficente em prol da Escola Pública de Música), com grandes talentos da música brasileira, incluindo: Jota P, Oscar dos Reis, Lucio Yanel, Valdir Verona e Rafael Deboni, Léo Ferrarini, Paulinho Cardoso, em parceria do Cordas Vivas, gravação ao vivo de Alexandre Lazzari e parceria do POA JAZZ FESTIVAL.

Em 2017, durante uma semana, tocou com Jota P no trabalho "Ritmo de Mudança", realizando shows e workshops, como pré-lançamento do Festival de Jazz de Farroupilha. Em Florianópolis a convite de Denise Fontoura para seu disco solo, grava tema Gêmeos de Alegre Corrêa (violão e direção artística).

Dia 05 de fevereiro mudou-se para São Paulo, neste mesmo ano tocou com a Banda Urbana, Quarteto Átimo (Rubinho Antunes, Barba, Fernando Correa), Duo com João Paulo Gonçalves, Mondjaz, entre outros. Ministrou a Oficina Orquestra Livre e palestrou no 1º Seminário de Produção Cultural e Criatividade Sonora na UNIPAMPA (Bagé).

Em 2018, tocou com a Banda Urbana no Jazz a la Calle (Uruguai). Entrou para Orquestra Mundana Refugi, e saiu em turnê no lançamento do disco gravado pelo projeto Sessões Selo Sesc, realizando entre outros show com a OCAM (Orquestra de Câmara da ECA/USP) no Instituto Tomie Othake e no Auditório do Ibirapuera.

Ainda neste ano, gravou o segundo CD do Quinteto Canjerana, participou da turnê com o Quinteto, pelo estado do SP, no Projeto LIC/RS Circulando com Canjerana – 2ª edição.

Tocou com: Cia Cabelo de Maria na turnê de lançamento do disco "Cantos de Trabalho 2" pelo Selo Sesc. Tocou no Festival Samba em Sampa "O Samba pede passagem", com Yvison Pessoa e convidados Marco Matolli e Tereza Gama.

Em 2019 tocou com Jota P Grupo e convidados: Jorginho Neto, Sidmar Vieira, Vinicius Chagas, Carol Panesi. Gravou o CD de Jean-Luc Thomas, com o Kerlaveo. Gravou CD "Caravanas" com a Orquestra Mundana Refugi com quem realiza turnê de lançamento do disco.

A conversa entre Graciola e Daiello vai ao ar a partir das 19h, no canal do Youtube do Portal Região dos Vales e, na sequência, no site oficial do Saudades do Pago www.saudadesdopago.com.br. Na terça-feira, dia 17, irá ao ar uma vídeoaula sobre contrabaixo, ministrada por Tiago.

O projeto cultural Websérie Saudades do Pago conta com o patrocínio de Ciamed Distribuidora de Medicamentos e Rota Indústria Gráfica. A realização é de Região dos Vales Comunicação Digital e o financiamento do Pró-cultura, Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

Texto e foto: Projeto Saudades do Pago

Compartilhe esta notícia:

Grupo Encantado de Comunicação


O Grupo Encantado de Comunicação - GECom - é integrado pelas Rádios Encantado, Onda 97 e Jornal Opinião Vale do Taquari.

Entre em contato


(51) 99988-1543

(51) 3751-1580

Redes Sociais


2021 © LB Sistema de Comunicação do Vale Ltda. | Todos os Direitos Reservados