Agora na Rádio Encantado

Brasil fará parte de iniciativa internacional para desenvolvimento de vacina contra o novo coronavírus

Quarta, 03 de Junho de 2020
O objetivo da iniciativa é acelerar a descoberta de vacinas, medicamentos e outras tecnologias

 

O governo brasileiro participará de iniciativa internacional para compartilhar tecnologia, informação e acelerar o desenvolvimento de vacinas, testes e tratamentos contra o novo coronavírus. A informação é do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

-Em uma reunião de coordenação da Casa Civil decidimos que o Brasil vai entrar no chamado Acelerador de Vacina que é um processo de vários países e algumas entidades privadas que estão procurando investir e trabalhar em conjunto no desenvolvimento de uma vacina para o Covid-19-, disse Araújo.

Lançada na última sexta-feira (29), a iniciativa Covid-19 Technology Access Pool (C-TAP) foi idealizada pela Costa Rica e é coordenada pela Organização Mundial de Saúde (OMS). O projeto envolve governos e instituições internacionais e conta com a adesão de mais de 44 países.

O objetivo é acelerar a descoberta de vacinas, medicamentos e outras tecnologias em saúde por meio de pesquisas em ciências, garantido que os produtos sejam acessíveis a todos. O acordo prevê, por exemplo, o compartilhamento de sequências genéticas e de resultados de ensaios clínicos relacionados ao combate ao novo coronavírus.

Também participaram da reunião, coordenada pelo ministro da Casa Civil, Braga Netto, o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Marcos Pontes, o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello e o secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec) do Ministério da Economia, Carlos da Costa.

Brasil no combate a Covid-19

O ministro Ernesto Araújo afirmou que o Governo Federal atua para garantir a presença do Brasil em outros projetos semelhantes que também trabalham pelo combate ao novo coronavírus. -Esse é um dos projetos, talvez mais importantes, e temos capacidade de estar em todos eles. Temos falado com outros países que têm projetos dessa natureza para que o Brasil possa cooperar. Queremos estar presentes em todos esses terrenos, assim como em outros terrenos do combate a Covid-19-, relatou.

Ernesto Araújo detalhou que, na frente internacional, o governo brasileiro está buscando as alternativas disponíveis para o enfrentamento ao novo coronavírus. -No caso do Itamaraty, temos procurado atuar no recebimento de equipamento, doações de hidroxicloroquina, por exemplo.

-Isso tudo tem dado resultado em benefício desse esforço do presidente Jair Bolsonaro, do nosso governo, de combater efetivamente o Covid-19. Então, nessa frente internacional, estamos ajudando e esgotando os mecanismos necessários para isso, pensando no povo brasileiro, na nossa população, pensando também nos nossos vizinhos-, completou o ministro.

Texto: Governo do Brasil
Foto: Reprodução

Compartilhe esta notícia:

Grupo Encantado de Comunicação


O Grupo Encantado de Comunicação - GECom - é integrado pelas Rádios Encantado, Onda 97 e Jornal Opinião Vale do Taquari.

Entre em contato


(51) 99988-1543

(51) 3751-1580

Redes Sociais


2019 © Grupo Encantado de Comunicação | Todos os Direitos Reservados