Agora na Rádio Encantado

Ministério Público instaura procedimento para investigar gastos da Câmara de Vereadores de Encantado em viagem para Brasília

Terça, 23 de Novembro de 2021
Ministério Público instaura procedimento para investigar gastos da Câmara de Vereadores de Encantado em viagem para Brasília


Foi parar na justiça a polêmica em relação ao custo da viagem para Brasília de três vereadores e a chefe de gabinete da câmara de Encantado. O Ministério Público (MP) confirmou a abertura de procedimento para investigação a fim de apurar se houve irregularidades em relação aos gastos especialmente com passagens de avião e diárias.

De acordo com a Promotora de Justiça, Daniela Pires Schwab, o MP decidiu apurar os fatos após denúncias e repercussão na imprensa local e regional. No entanto, os detalhes não são revelados para que não ocorram interferências na investigação.

- Os fatos serão apurados, mas no momento não vamos repassar mais informações para que as diligências não sejam prejudicadas e ocorram possíveis interferências. Por estar razão, o trabalho segue em sigilo de justiça. Nos baseamos em informações e também em denúncia feita por pessoas que procuraram o MP – explica a Promotora.

Na sessão de ontem do Legislativo de Encantado, o vereador e líder do governo Cris Costa (PSDB) criticou os valores gastos, apresentou um projeto para extinguir as diárias e revelou que pediu ao Ministério Público que ocorresse uma apuração. Costa chegou a relatar que uma empresa de Encantado oferecia passagem para Brasília por cerca de 50% do valor contratado. (https://www.facebook.com/RadioEncantado/videos/415033410323231)

A presidente Andresa Cristina de Souza (Yê) também falou sobre o tema na sessão de ontem da Câmara de Vereadores de Encantado. Conforme Yê, os documentos estão disponíveis para serem acessados pela comunidade e não ocorreram irregularidades na compra das passagens e em relação as diárias retiradas pelos vereadores e servidora da casa.

OS VALORES DA VIAGEM PARA BRASÍLIA
Conforme pesquisa feita no portal da transparência, o valor total das despesas para viagem até Brasília (passagem, diária e inscrição) representa um total de R$ 31.205,15. (considerando as despesas cadastradas até ontem). Confira os custos:

Passagem de avião:

3 passagens no valor de R$ 4.560,00 (vereadores)
1 passagem no valor de R$ 4.935,18 (assessora)
Total: R$ 18.615,18

Diárias:
3 diárias no valor de R$ 2.833,17 (vereadores)
1 diária no valor de R$ 1.730,46 (assessora)
Total: R$ 10.229,97

Inscrição no curso:
4 inscrições no valor de R$ 590 (vereadores e assessora)
Total: R$ 2.360,00

Despesa total: 31.205,15


ENTENDA A POLÊMICA
Entre 09 e 11 de novembro, a  presidente Andresa Cristina de Souza – Yê, Duda do Táxi e Valdecir Gonzatti, todos do MDB, estiveram na capital federal acompanhados da Chefe de Gabinete do Legislativo, Michele Fleck Boaro. Eles participaram de um curso promovido pela União dos Vereadores do Brasil (UVB) e viistaram gabinetes de deputados. 

Uma foto de garrafas de champagne publicada pela assessora repercutiu em grupos de Whatsapp. Os valores referentes a viagem também foram questionados. Uma declaração da presidente Yê na Rádio Encantado também movitou debates. A presidente do Legislativo defendeu o direito das diárias aos políticos e lembrou do que ela definiu como "dificuldades" de viajar para capital federal. 

Texto e foto - Henrique Pedersini 

Compartilhe esta notícia:

Grupo Encantado de Comunicação


O Grupo Encantado de Comunicação - GECom - é integrado pelas Rádios Encantado, Onda 97 e Jornal Opinião Vale do Taquari.

Entre em contato


(51) 99988-1543

(51) 3751-1580

Redes Sociais


2021 © LB Sistema de Comunicação do Vale Ltda. | Todos os Direitos Reservados